Livro de escritor capixaba terá capítulo especial, em livro de escritor argentino, sobre a presença de Hitler no Brasil

Livro de escritor capixaba terá capítulo especial, em livro de escritor argentino, sobre a presença de Hitler no Brasil

A literatura produzida no Espirito Santo sendo destaque nacional. Logo a seguir da premiação do escritor Caê Guimarães, ganhando o Prêmio Sesc 2020, com o seu primeiro  romance “Encontro você no oitavo round”.
Agora é a vez do escritor Marcos Bubach, receber dois convites para fazer o lançamento do seu livro: no Museo Del Holocausto, em Montevidéu, Uruguai, e também participar em um capítulo, com parte do seu excelente livro de pesquisa histórica, edição esgotada, “Os mistérios do casarão em Carapebus e a fuga de Berlim”, que tenho a grande honra de assinar o prefácio, e que conta a história de ter sido construído um casarão para abrigar o Adolf Hitler, e seus oficiais mais próximos, caso tivessem a necessidade de fugir da Alemanha.

Alguns historiadores, inclusive o jornalista e escritor argentino Abel Basti, que tem vasta publicação sobre este tema, e está escrevendo livro novo sobre a presença de Hitler no Brasil. Ele inclusive defende a tese de que o “fuher nazista” tenha passado os seus últimos dias na Patagônia Argentina. Haja vista que conta a história que vários oficiais nazistas ficaram encarregados oficialmente e financeiramente, para visitarem locais especiais na Colômbia, Chile, Argentina e Brasil. E assim deu início ao Casarão de Carapebus no litoral da cidade de Serra, no Espirito Santo.

O escritor argentino Abel Basti, descobriu a obra de Marcos Bubach na internet, e já fez contato com ele, formalizando o convite para participar do seu novo livro que conta a história da passagem de Hitler, em fuga, junto com a sua esposa Eva Braun, pelo Brasil, tendo terminado os seus dias no Paraguai, em algum bunker subterrâneo nazista, segundo um dos livros de Abel Basti. O escritor Basti vive em Bariloche, tendo publicado: Hitler en Argentina 2006, El exilio de Hitler 2010, Bariloche Nazi 2003, Hitler en Colômbia 2018, Los Secretos de Hitler 2011, La segunda vida de Hitler 2019, dentre outros.
Apesar de todas as dificuldades que passa a classe artística, cultural e literária devido a pandemia do novo coronavírus, mais uma boa notícia para a literatura produzida no ES.

“O Sítio Casarão, edificação suntuosa em estilo germânico, construído em uma região estratégica guarda mistérios e segredos que, até hoje, mexem com o imaginário dos habitantes da região em seu entorno. Aliás, muitos não conhecem o local, pois o casarão é ladeado por mata atlântica, um extenso bambuzal e uma grande lagoa; e outros nem se atrevem, por medo.

Há vinte anos tratava-se de medo do idealizador do casarão, que era um homem excêntrico, de poucas amizades e dizem que recebia a tiros os que se atrevessem a entrar em sua propriedade, nos dias de hoje, o medo é por conta de boatos que dizem que esse casarão é mal assombrado, isso devido a relatos de pessoas que presenciaram fatos curiosos nas dependências deste valhacouto.

Agora o seu legado, transforma-se em uma ficção: “Os Mistérios do Casarão em Carapebus e a Fuga de Berlim”, obra que combina minha criatividade de escritor, unindo todas as lendas e estórias ao contexto histórico da época de sua construção; de forma a conduzir o leitor a uma viagem onde realidades e invenções, que norteiam essa que é uma das mais intrigantes construções existente no Espírito Santo, se confundem ao preencher espaços na história com pseudos acontecimentos. Assim, o provável e o improvável, entrelaçados em uma trama surpreendente de fatos e inverdades, levarão o leitor ao final do enredo deixando-o em estado de perplexidade.

Os mistérios e segredos do Sítio Casarão tornam-se nessa brochura o “elo perdido” de um tenebroso período da história, no qual o casarão é edificado como um “valhacouto”, para abrigar europeus que aqui eram perseguidos e também refugiados, da Segunda Guerra, que estiveram ao lado de Hitler.  O casarão possui 54 cômodos, 11 banheiros, passagens secretas, armário com porta secreta que leva a outros quartos, calabouços, túnel com bifurcações sem saída e armadilhas; esse túnel desemboca na lagoa de Carapebus que, por sua vez, deságua no mar. Possui também um dos primeiros elevadores do estado, câmara frigorífica e ainda outros mistérios a serem desvendados.

A ideia de registrar em livro foi exatamente para manter vivas essas peculiaridades e curiosidades sobre o casarão. Em 2012/2013, já percebia que o estado da construção só piorava, e, pensava: “se tudo isso desabar, um dia, a história se perderá e ninguém mais saberá o que esse casarão possuía e o que aqui se passou, pelo menos, segundo relatos”. Por isso, decidi juntar todo o material disponível, como fotos e depoimentos, desde essa época, para imortalizar em meu 3º livro essa parte da história que se passou em nossas terras” – Marcos Bubach

Contato escritor Marcos Bubach –    027- 99512.2130

Comentários

Justified Image Grid Plugin