Preferência nacional: Brasil é o campeão em realização de cirurgias para aumento do bumbum

Preferência nacional: Brasil é o campeão em realização de cirurgias para aumento do bumbum

No Brasil, foram realizados 68.480 procedimentos na área do glúteo sendo o Brasil líder no ranking de países que realizam a cirurgia plástica. No Espí

A V Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa discutirá os desafios de envelhecer e o papel das políticas públicas
Praça das Crianças no Portal do Príncipe é entregue
UNICEF mostra importância do retorno das aulas presenciais

No Brasil, foram realizados 68.480 procedimentos na área do glúteo sendo o Brasil líder no ranking de países que realizam a cirurgia plástica. No Espírito Santo, segundo o cirurgião plástico Ariosto Santos, foram realizadas uma média de 1.848 procedimentos seja pela colocação de prótese ou enxerto de gordura. “As mulheres buscam a cirurgia plástica do glúteo para manter um bumbum durinho, arrebitado e com o formato arredondado. O implante de silicone nos glúteos é ideal para as mulheres que são magras e tem um glúteo com aspecto achatado. O implante se torna cada vez mais comum no consultório, graças aos bons resultados permanentes e a um pós-operatório cada vez menos doloroso”, afirma o Dr. Ariosto. Ele lembra que as próteses implantadas nos glúteos podem ter o formato oval ou redondo e o volume variável de 180 a 300 ml. No consultório, podemos inclusive utilizar próteses medidoras (teste) com roupas justas para identificar a melhor forma e volume da prótese”, acrescenta.

A cirurgia de implante nos glúteos dura duas horas e a internação é de 24 horas. Nos primeiros cinco dias de pós-operatório a paciente deve evitar sentar ou deitar sobre as próteses, sendo aconselhado ao cliente a dormir de bruços. “As primeiras atividades físicas, como dirigir, são permitidas após no mínimo 15 dias”, recomenda o médico.

Já para aquelas que estão acima do peso ideal, a cirurgia de implante pode ser associada à lipoaspiração, para deixar os resultados ainda mais visíveis. “Uma boa opção também é a lipoescultura, que consiste em retirar a gordura em excesso dos lados da barriga (flancos) e implantá-la nos glúteos, para aumentar seu volume”, diz o médico. Ele acrescenta que outra vantagem do procedimento é o fato de que, com a retirada do excesso de gordura lateral, a cintura fica mais fina e, consequentemente, as curvas do quadril se tornam mais acentuadas, o que, por si só, já confere maior destaque e visibilidade aos glúteos. “No entanto, vale lembrar que o enxerto de gordura nos glúteos não é definitivo e com o tempo é absorvido pelo tecido e se o paciente quiser um resultado definitivo deverá optar pela prótese”, diz o médico.

Comentários

WordPress 0
DISQUS: 0
Justified Image Grid Plugin