Quando é a hora certa de começar um negócio próprio?

Quando é a hora certa de começar um negócio próprio?

De acordo com dados divulgados pela Junta Comercial do Espírito Santo, os capixabas abriram mais negócios nos primeiros nove meses de 2021 do que em t

Governo do Estado anuncia quase R$ 19 milhões em investimentos na Serra
Apóstolos da paz Universal em exposição no Shopping Vitória
Cantor Ton Oliver vai comandar a “Noite da revoada”

De acordo com dados divulgados pela Junta Comercial do Espírito Santo, os capixabas abriram mais negócios nos primeiros nove meses de 2021 do que em todo o ano de 2020. Foram abertos mais de 14 mil novas empresas esse ano, sendo que em 2020 a soma total foi de 13,9 mil novos negócios.

Glaucio Siqueira é Especialista em Gestão Estratégica.

Independente do perfil do empreendedor, o especialista em estratégia de negócios e coordenador da Câmara Temática de Empreendedorismo do Conselho Regional de Administração (CRA-ES), Glaucio Siqueira alerta aos novos empresários que evitem a tendência à procrastinação. “Estamos na reta final do ano e devemos lutar contra nossa natureza procrastinadora, do tipo ‘no ano que vem’ e ‘depois do carnaval’. A cada momento que você retarda o início de seu negócio, alguém está conquistando os clientes que poderiam ser seus. Então, com a aceleração da economia do Brasil e do mundo, por conta da natural recuperação pós-pandemia e avanço da vacinação, estamos no melhor cenário para a abertura do seu negócio. Esse é, sem dúvida, o melhor momento”, afirma.

Ele ainda  aponta que o setor de serviços é um dos que mais movimentam essa onda empreendedora. “No Brasil já são mais de 17 milhões de empresas, sendo que cerca de 80% delas são micro e pequenas empresas. Ou seja, uma mostra real da força empreendedora brasileira. Desse total de 17 milhões, 48% são empresas de serviços, e, portanto, vemos o crescimento e pujança desse setor”, analisa Glaucio.
Existem dois perfis de novos empresários, de acordo com o especialista: empreendedor por necessidade, ou seja, aquela pessoa que se torna empreendedor não por uma opção, mas por ficar sem emprego e encontra em um novo negócio a forma de gerar renda. O outro perfil é o empreendedor por oportunidade. “Esse é aquele que antes de abrir seu negócio já estava planejando, reunindo conhecimento e grande desejo de sair da condição de empregado para  a de empregador”, explica.
Qual é o seu perfil? Seja qual for, o importante é não se render ao medo e à dúvida e sempre buscar capacitações e enfrentar o mundo do empreendedorismo de cabeça erguida e pés no chão.

Comentários

WordPress 0
DISQUS: 0
Justified Image Grid Plugin