TendaLab reúne música, cinema e literatura em programação online e gratuita

TendaLab reúne música, cinema e literatura em programação online e gratuita

Estimular e aquecer a produção cultural nas cidades através de diversas linguagens artísticas. Essa é a proposta da TendaLab: Mostra de Criatividade,

Busca por cursos no exterior cresce 20% entre as brasileiras
Artmento inaugura em novo endereço e traz louças e metais além dos revestimentos
Projeto verão: ainda dá tempo de entrar em forma?

Estimular e aquecer a produção cultural nas cidades através de diversas linguagens artísticas. Essa é a proposta da TendaLab: Mostra de Criatividade, Sustentabilidade e Formação Cultural que acontece entre os dias 23 e 25 de abril, de sexta a domingo, a partir das 19 horas, em formato online e gratuito, no canal de YouTube do FCV (youtube.com/ibcavix). O projeto é uma realização da Galpão Produções e conta com recursos da Lei Aldir Blanc.

Em três dias de programação o público vai poder conferir apresentações musicais exclusivas, retrospectiva das três primeiras edições da Mostra de Videoclipes (originalmente exibidas no Festival de Cinema de Vitória), o lançamento da Revista Tenda e a Exposição Fotográfica Digital, além da atração convidada Silvero Pereira, que ao lado da Banda Paralela, apresenta o show inédito Tributo a Belchior.

“A TendaLab é uma mostra que tem o objetivo de fomentar  a produção cultural em diversas linguagens artísticas, com foco no Espírito Santo. Nossa proposta é dar visibilidade à criatividade e talento de nossos artistas, além de promover a troca com convidados, através da mostra audiovisual, apresentações convidadas e atividades de formação”, pontuou Lucia Caus, diretora da Galpão Produções.

Tributo a Belchior

Um dos nomes de grande destaque no cinema, no teatro e na televisão da atualidade, o ator e cantor Silvero Pereira faz uma homenagem ao conterrâneo Belchior, no mês em que completam quatro anos da sua morte.

Ao lado da Banda Paralela, formada especialmente para esta apresentação pelos músicos capixabas Fepaschoal, responsável pelos arranjos, Brunu Chico e Natália Arrivabene, eles apresentam o show inédito Tributo a Belchior, na abertura da TendaLab, na sexta-feira (23), a partir das 19 horas.

No repertório, 11 clássicos do artista cearense como Hora do AlmoçoVelha Roupa ColoridaApenas Um Rapaz Latino Americano e Sujeito de Sorte. “As pessoas vão se identificar com várias das canções, com as histórias que essas canções querem dizer” afirmou Silvero Pereira, atração convidada para abrir a mostra.

O show tem direção geral de Silvero Pereira, Lucia Caus e Vitor Lorenção.

Apresentações Musicais

A programação musical da TendaLab, selecionada por meio de Edital de Chamamento Público, apresenta um recorte da produção musical capixaba, com três apresentações que transitam por diferentes gêneros e mostram a pluralidade da música produzida no Espírito Santo.

Zé Maholics

Na sexta-feira (23), às 20 horas, quem sobe ao palco é a banda Zé Maholics. Com cinco anos de estrada, eles têm dois trabalhos autorais lançados: os EPs Zé Maholics (2017) e Macaco Politizado. Registros que indicam a evolução sonora da banda, que mistura influências da música brasileira com um som vibrante e cheio de groove. Bozi, violão e voz da banda, comemora a oportunidade de realizar uma apresentação para mais pessoas neste período de isolamento. “Poder participar deste projeto e fazer um som para mais pessoas além da banda é uma oportunidade maravilhosa”.

Eloá Eler

No sábado (24), às 19 horas, quem sobe ao palco é a cantora Eloá Eler. Com paisagens sonoras criadas a partir de elementos da natureza, como o mato e a cachoeira, a artista traz em suas canções referências afro-indígenas, que se unem a delicadeza das suas  interpretações, além de referências à memória e a ancestralidade das montanhas capixabas da região do Caparaó, local em que a artista nasceu. “A pessoa que assistir ao show vai ouvir estes elementos da natureza e eles são sentidos. E eu não consigo imaginar entrar num palco que não tenha uma referência natural” explicou a cantora.

Juliano Gauche

Quem encerra a programação, no domingo (25), às 19 horas, é o cantor e compositor Juliano Gauche. Com quase duas décadas de estrada o músico realiza uma apresentação intimista, entre violões e guitarras, e faz um passeio pela sua carreira solo e toca as músicas dos álbuns Juliano Gauche (2013), Nas Estâncias de Dzyan (2016)  e Afastamento (2018), além do EP Bombyx Mori (2020), nesta apresentação que marca seu reencontro com o ES. “Estou preparando algo muito especial para mostrar o que eu estou fazendo porque faz tempo que eu não exponho aqui. Então pra mim é um grande presente poder participar dessa mostra pra realizar essa reconexão”.

Revista Tenda

Dentro das ações que fazem parte da programação da mostra será lançada a Revista Tenda. A publicação reúne cinco artigos inéditos, selecionados por meio de chamamento público, e que abordam aspectos da produção cultural no Espírito Santo. São eles: Carne Viva, Corpo que Resiste: A Poesia de Lívia Corbellari, de Wagner Silva Gomes; Para Lembrar-se Sempre Outra Vez de Haydeé Nicolussi, de Guilherme Medeiros; O Agora é uma Ruína, de Rafaela Germano Martins, O Sonho Kyneklubysta, de Sebastião Ribeiro Filho – Tião Xará; e Lei de Incentivo à Cultura Pede Passagem no ES, de Marcelo Lages.

A revista também traz perfis dos músicos que se apresentam no palco da TendaLab, além de informações sobre os filmes exibidos na retrospectiva da Mostra de Videoclipes e sobre a Mostra Fotográfica Digital. A Revista Tenda poderá ser acessada gratuitamente a partir do dia 23 de abril no endereço issuu.com/vitoriacinevideo .

Mostra de Videoclipes

Ao longo das últimas décadas, o videoclipe se transformou em uma linguagem potente e criativa dentro do universo audiovisual.  Tendo a música como protagonista, a TendaLab apresenta a retrospectiva das três primeiras edições da Mostra de Videoclipes, que é originalmente exibida na programação do Festival de Cinema de Vitória. As sessões, divididas nos três dias de programação, reúnem filmes de vários estados brasileiros comprovando a pluralidade de narrativas e a criatividade musical em 38 obras de temáticas diversas.

A primeira sessão da Mostra de Videoclipes foi exibida no 24º Festival de Cinema de Vitória, em 2017, e teve a curadoria do  jornalista e pesquisador musical Luiz Eduardo Neves. A segunda e a terceira sessões da Mostra de Videoclipes foram exibidas, respectivamente, no 25º e 26º Festival de Cinema de Vitória, em 2018 e 2019. A curadoria foi realizada pelo jornalista e pesquisador musical Luiz Eduardo Neves e pela diretora Suellen Vasconcelos.

Mostra de Videoclipes – Dia Um

X Barras (4’, ES), de Judeu Marcum. Artista: Adikto I Devaneio (3’, ES), de Alexander Buck. Artista: André Prando I Entre (4’, ES), de Tati W Franklin e Suellen Vasconcelos. Artista: Joana Bentes I Fonte da Tristeza (4’, MG), de Samira Daher. Artista: Cliver Honorato I Kamikaze (3’, BA), de Luan Andrade. Artista: Dário Moreira I Liberdade X Segurança (4’, SP), de Blubell, Laís Aranha e Gabriela Jovine. Artista: Blubell I O Mal (2’, PR), de Carlon Hardt. Artista: Juliana Cortes I Forte (4’, ES), de Danilo Laslo. Artista: Rastaclone I Redemoinho de Março II (4’, SP), de André Lúcio. Artista: Rocha Man I Soul da Vila (4’, ES), de Júnior Silva. Artista: In-Versão Brasileira I Sweet River (4’, ES), de Manfredo. Artista: Manfredo I Território do Bem (2’, ES), de Tati Rabelo e Rodrigo Linhales. Artistas: MC Jefinho Faraó, Coletivo Poesia de Busão, Grupo LikeDance, Rodrigo Jesus, Banda Só Brincando, Universo Periférico, Maumau Rangel, Moradores do Território do Bem.

Mostra de Videoclipes – Dia Dois 

A Cidade, de Artur Miranda (04’, RJ) Artista: Cícero & Albatroz I É com Jabá, de André Wofchuk (03’, RS). Artista: Tonho Crocco I Desencontro, de Jackson Abacatu (03’, MG). Artista: Aqueles que Não Sabem de Nada I La Dôtu Lado, de Eduardo Zunza (04’, MG). Artista: Coladera I Frio, de Marina Lima (05’, DF). Artista: San Lunes I Mistérios, de Eduardo Christofoli (04’, RS). Artista: Leandro Zen I Samurai do Rap, de Judeu Marc1 (03’, ES). Artista: Adikto I Cherry Blossom, de Junior Batista (04’, ES). Artista: Solveris I Imagem, de Artur Miranda (04’, RJ). Artista: Mahmundi I Andei Muito, de Fabrício Koltermann (4’40”, RS). Artista: Cuscobayo I Teresa, de Erika Mariano (2,35″, ES). Artista: Whatever Happened To Baby Jane I Seguindo o Pastor, de Fabrício Koltermann (4’07”, RS). Artista:  Extratelurianos I Videoclipes Convidados: Manda a Benção (5′, ES), de Carlos Itaiguara. Artista: Conceito Periférico I Playboy Entra em Choque (5′, ES), de Karen Valentim, Diego Cunha. Artista: Conceito Periférico.

Mostra de Videoclipes – Dia Três  

Alguém na Janela  (4’, SP), de Aksa Lima. Artista: Gustavo Rosseb I Toasted (4’, SP), de Cintia Nakashima. Artista: Danos I Fausto de Gueto (8’ MG), de Arthur B. Senra e Robert Frank. Artista: Pelos I 19 (4’, SP), de LaBaq. Artista: LaBaq I Ninguém Perguntou por Você (6’, RJ), de Pedro Henrique França. Artista: Letrux I OK OK OK (6’, RJ), de Victor Hugo Fiuza. Artista: Gilberto Gil  I Brisa (4’, BA), de MAGU. Artista:  Silva I Meu Carnaval (4’, ES), de Gabriela Brown e Tati Rabelo. Artista: Gabriela Brown I Tempos Loucos (4’, RS), de Fabrício Koltermann. Artista: The Outs I Pedrinho (4’, RJ), de Pedro Henrique França, Fabio Lamounier e Rodrigo Ladeira. Artista: Tulipa Ruiz I Space Woods (5’, ES), de Gustavo Senna. Artista: My Magical Glowing Lens I Vazio (4’, DF), de Maurício Coutinho. Artista: Pxrtela.

Exposição Fotográfica Digital 

A fotografia também faz parte da parte da programação da TendaLab com a Exposição Fotográfica Digital. A mostra é resultado do Laboratório Criativo de Fotografia, coordenado pelo cineasta e fotógrafo Bernard Lessa, no mês de março. A exposição apresenta o resultado da formação, a partir da provocação sugerida pelo oficineiro que pediu aos alunos que registrassem o seu cotidiano em tempos de isolamento social. A mostra poderá ser acessada a partir de 23 de abril no endereço galpaoproducoes.com.br .

Com realização da Galpão Produções Artísticas e Culturais, o projeto conta com recursos da Lei Aldir Blanc, via Edital de Seleção de Projetos e Concessão de Prêmio Artes Integradas 2020, por intermédio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult ES), direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do TurismoGoverno Federal.

ACOMPANHE A PROGRAMAÇÃO:

Sexta-feira (23 de Abril)
14h Lançamento Revista Tenda

19h Abertura Exposição Fotográfica Digital

19h Silvero Pereira e Banda Paralela “Tributo a Belchior”

20h Zé Maholics 21h

21h Mostra de Videoclipes – Dia Um

Sábado (24 de Abril) 
Revista Tenda

Exposição Fotográfica Digital

19h Eloá Eler

20h Mostra de Videoclipes – Dia Dois

Domingo (25 de Abril) 
Revista Tenda

Exposição Fotográfica Digital

19h Juliano Gauche

20h Mostra de Videoclipes – Dia Três

TendaLab: Mostra de Criatividade, Sustentabilidade e Formação Cultural

Quando: de 23 a 25 de abril

Online e Gratuito

Apresentações Musicais
Mostra de Videoclipes

Horário: 19 horas
Onde assistiryoutube.com/ibcavix

Revista Tenda
Onde acessar
issuu.com/vitoriacinevideo

Exposição Fotográfica Digital 

Onde acessargalpaoproducoes.com.br

Comentários

WordPress 0
DISQUS: 0
Justified Image Grid Plugin